segunda-feira, 27 de outubro de 2008

< ENTREVISTA COM A BANDA ARTE PROIBIDA >




Formada atualmente por Leudo Jr. (mentor, guitarra e vocal), Nik Coelho (guitarra base), Rafael Gampa (baixo), Rodrigo Presunto (bateria) e Tauí Castro (percussões), a banda Arte Proibida segue seu caminho.


Suas características composições inspiradas em viagens e viajens, e o som, segundo o próprio release, “ variando o ritmo desde o rock n’roll, blues, reggae, passando pelos ritmos nordestinos, numa mistura diversificada(...) Tendo como principal influência Raul Seixas e o rock dos anos 50, 60 e 70, além do reggae jamaicano, não se prendendo a nenhum estilo padronizado ou rotulado”, transformaram Leudo e sua galera em verdadeiros representantes da arte alternativa, onde através da expressão artística se permitem falar o que desejam e a quem quiser escutar.


Numa idéia super bacana e um pouco corrida, tive a oportunidade de falar com o rapaz sobre a caminhada, seus temas e até sobre filosofia....

_____________________________________________________

Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Leudo... desde de 2002 na luta... O que você percebe de amadurecimento da Arte Proibida em relação ao som produzido, ás evoluções...?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

A Arte Proibida nunca teve pretensões de se tornar uma banda virtuose, trabalhamos com a espontaneidade... as evoluções são em relação as muitas musicas que são feitas no dia a dia e também, com a conquista do público que vem aumentando sempre...sempre com o toque da polêmica


.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Falar em polêmica, as drogas estão entre as temáticas abordadas pela Arte Proibida, vocês já sentiram de alguma forma uma porta fechada ou o pré-conceito por falarem abertamente de maconha, LSD e coisas do gênero?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Sempre quase sempre, É uma banda, por assim dizer, as escrachada mesmo...


.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Conte ai uma história porra...


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Uma vez a gente tocou em Sobral, mas o material que a gente mandou não tinha muito a ver com o que a gente tocou, ás pessoas da organização estavam visivelmente constrangidas... mas o importante foi a reação do público,
a galera pira porque eles escutam aquilo que não tem coragem de falar e dizem:

- Cara essa banda é doida esses caras são massa...


.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Você fala muito do Raulzito, a Arte sempre tira um cover dele e pá. Qual é a influência do Raul Seixas na Arte Proibida?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Foi ele que me fez pensar... antes eu tocava cover do Raul e pensei numa frase que ele falou...”Antes de ler o livro que o guru lhe deu, tem que escrever o seu” ...e assim surgiu a Arte Proibida. Coisa que a gente faz sem tentas pretensões, faz um que vem na cabeça, muitas foram músicas criadas no meio da loucura do carnaval em guará e assim a gente vai escrevendo.

.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Você que já está a tanto tempo nessa luta histórica das bandas autorais locais, qual a sua visão sobre o atual momento da cena alternativa de fortaleza?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Acho que está meio de moda...antes era o reggae, depois viciaram-se no movimento cabaçal, agora a onde é onde tem samba-rock ...Não que eu não goste, adoro os três estilos, só que a negada faz saturar...

Falta algo realmente novo, autoral, porque cover é mais fácil a ação com certeza, sinto isso porque a gente não faz cover e além de tudo não tocamos um estilo só...Aí que fica difícil de encontrar espaço

Uma vez na biruta a gente "meio que queimou o filme", tinha rolado uns reggae e a gente foi tocar, no meio da apresentação tocamos, "camisinha dietética pra comer cu doce", um hard core, as patricinhas que andam na biruta ficaram "de cara” e o Fernando (dono da biruta) depois veio me falar..tanto é que ele apresentou a banda como uma banda maneira com as letras pesadas

Tocamos tb num festival de reggae, na época do Canto das Tribos, no meio tocamos uma música que dizia assim ...” Fajuto rasta fraude...”


Aí a gelera se queimou...


.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Mas o que fazer pra acabar com esse ciclo de covers? Não é o primeiro artista que me fala sobre esse lance...

LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Todo mundo fala pra gente fazer covers, mas no caso fazer cover de quem?
Acho que no nosso caso só se fosse do Planet Hemp...Tenho consciência que é muito mas difícil fazer autoral, mas quem tem a cara de fazer as músicas que a gente faz, tem as caras de esperar um pouco mais pra rolar acção, se não, não era Arte Proibida, a gente teria que mudar de nome

Tenho uns projetos paralelos, tipo a água ardente blues, mas a ARTE PROIBIDA É A ARTE PROIBIDA E EU ME ORGULHO DE NÃO ME "CORROMPER"


Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Depois dessa, fala então sobre o momento atual da Arte Proibida, o álbum de estréia parece que finalmente irá pintar?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

Pois é...todas nossas demos sempre foram Rock and Roll, mas agora pintou na cabeça uns reggaes e a gente resolveu que iria gravar e lançar o CD “reggae se não murcha”...regravações de sucessos como “ kibeckibom” e “ Reggae do Siqueira”, ao todo serão 12 faixas.


.Matheus Salvany - www.apasseio.blogspot.com... diz:
Cara, pra finalizar... você é estudante do curso de Filosofia da Uece... filosoficamente falando, qual é a parcela de culpa do público de Fortaleza no âmbito da limitadíssima fomentação e ebulição da cultura alternativa e espaços voltados para a mesma?


LEUDO JUNIOR - voz e violão toda quarta no 369 diz:

A falta de valorização do que é nosso, parece que o pessoal não saiu da época do “matuto’... quando vem alguém de fora lotam tudo, ou reggae , ou samba, ou rave, mas ninguém valoriza o que é da nossa terra...Até o sotaque, valorizam mais o sotaque de um gringo do que o nosso nordestino e com a música não é diferente.

Precisamos sair desse mundo que não é nosso e escutar pelos menos as coisas que nós criamos, temos muitas coisas boas, nós somos a resistência, não podemos deixar de existir e acreditar no som que a gente faz...






4 comentários:

Daniel disse...

esse leudo jr ai e sucesso viu o cara se garante.....so e doido mas se garante...hehehhehe

Jadim disse...

aieuhiahe
gosta nada...
é isso ae meu chapa....
siga em frente que vocês já são sucesso cara...
é nos

Zunta Zion disse...

Aeeee valeuuuu Arte Proibida, valeuuu Leudstock, é isso ai, vamo q vamo, lembrar q tem show dia 07 de novembro na barraca master beach e dia 13 de dezembro no moco studio abraços

ingridy disse...

a banda desse louco é mara e faz sucesso pra caramba